Criado em 2012, o grupo Parenética, de Salvador, conta com os MC’s Maicon Sulivan, Rafael Chagas e Johnny Souza, todos moradores de periferias da cidade baiana.

No último dia 17 de junho, o grupo lançou o videoclipe de um dos seus singles, “Reaja ou será morto”. A produção do trampo aconteceu na segunda edição do evento “Licença Pra Chegar”, no bairro do Beiru, Tancredo Neves . A direção e montagem ficou por conta de Oliver Kan. Gravação, mixagem e masterização é de Diego 157.

O som foi criado em 2016 para compor a primeira coletânea de rap da organização política “Reaja ou será morta, Reaja ou será morto”, que tem como principal foco a luta contra o genocídio do Povo Negro.

“Por sermos militantes da organização e partilharmos da mesma luta, resolvemos fazer a faixa que relata a opressão do estado racista brasileiro e a luta de resistência perpetuada pela organização”, diz Rafael Chagas, um dos integrantes da Paranética.

O Parenética pretende lançar até o final do ano o primeiro CD, intitulado “Dialeto Sagrado”, com parcerias inéditas. Os MC’s afirmam que a Parenética vai além dos palcos de apresentação artística, leva a mensagem aos presídios de Salvador para os irmãos privados da liberdade. O grupo também contribui na organização de batalhas de MC’s mensais, propondo temas para a conscientização das comunidades envolvidas. Confira!

Trecho de Música
“Represento a dor de cada favelado, inconscientizado pelo estado, condicionado a fazer o errado, fruto das injustiças do passado”

MAIS HISTÓRIAS

DEIXE SUA OPINIÃO