Oi, Hip Hop.

Tudo bem?

Escrevo pra dizer que te amo, pra dizer o quanto você é importante.

Lembro perfeitamente do dia em que te conheci, o ano era 1993 e eu tinha 7 anos de idade. Não nos conhecíamos pessoalmente, mas te ouvia no rádio e nos discos, te via na TV e em alguns flyers de festas que apareciam na minha casa. A idade era pouca pra absorver e entender tudo o que você representava, mas pude sentir o quanto você era essencial e viria ser mais pra frente.

Em 1999 aconteceu o grande e esperado encontro cara a cara, te vi pela primeira vez ao vivo, na minha frente. Os olhos brilharam, o coração acelerou e a fala simplesmente travou. Pude perceber neste dia que eu não era o único apaixonado por você, afinal você permitia que muita gente dançasse com você, pintasse com você, tocasse com você e cantasse com você… Mesmo assim você não deixou de me dar atenção. Seu abraço apertado me envolveu de tal maneira que até hoje não se soltou.

Aonde vou você vai. Você está sempre comigo. Nunca me abandonou. Se estou feliz você está junto, se estou triste você está junto. Se estou só ou acompanhado você está junto, se estou dançando, grafitando, discotecando ou cantando, você está junto. Se estou quieto ou falando demais, você também está junto. Já fiquei bravo com você diversas vezes, já quis desistir de você, já te xinguei e você continuou comigo, e tenho certeza que se acontecer tudo isso novamente, você não vai me deixar.
Você está comigo no trabalho, na faculdade, em casa e o mais louco de tudo isso é que minha família te adora! Dinheiro com você já gastei muito, mas o que você me trouxe de volta não tem preço.

Quando chorei por sua causa, você mesmo enxugou minhas lágrimas, quando sorri por sua causa, você me divertiu mais ainda. Você me fez viver, sonhar, se emocionar, vibrar, lutar, me impor, me conscientizou de muita coisa, me formou musicalmente e culturalmente.
Agora a pergunta é: Que poder é esse que você tem e como conseguiu fazer tudo isso comigo?

Assim como está sempre comigo, quero estar sempre contigo também. E não me importo nenhum pouco se outras milhares de pessoas sentem o mesmo que eu sinto por você, pelo contrário, isso é bom porque mostra que você faz qualquer um se apaixonar, o quanto é querido e especial e cada um o ama de uma maneira.

Gosto desse seu jeitão sério, porque inibe muitas pessoas que só querem passar uma noite com você pra depois nunca mais te ligar ou te procurar, mas por dentro você é um anjo e saber quem é você e te conhecer de verdade foi uma das coisas mais maravilhosas que me aconteceu.

É, Hip Hop… Você mostrou que essa parada de paixão eterna é quente.

Eu não tenho vergonha de falar que te amo, por isso tornei pública esta carta.

Obrigado por me inspirar, obrigado por ser parte da minha vida.

Eu te amo.

Marcílio Gabriel

COMPARTILHAR