Conheça o rapper Tio Phill e sua música inspirada no Rap old school

A nova geração de aspirantes a rappers surgem seguindo exemplos da nova geração, poucos se lançam no mercado inspirados em grandes nomes da velha escola. Lucas de Souza, ou melhor, Tio Phill é um exemplo que ainda existem nomes inspirados na velha escola.

Morador do Itaim Paulista desde quando nasceu, lá pelas redondezas do Jardim dos Ipês. Tio Phill nos contou um pouco mais sobre o lugar onde nasceu e vive.

— Eu moro no Itaim Paulista desde quando nasci, pra ser mais exato no Jardim dos Ipês. Muita gente que é de fora se espanta quando digo de onde eu venho, mas não é bem assim, o Itaim Paulista já teve muitas histórias ruins, tanto que o famoso Justiceiro Chico Pé de Pato que ouvimos nas letras de Rap morava aqui, também o clipe do Facção Central que foi censurado “Isso aqui é uma guerra” teve suas cenas filmadas aqui, porém posso dizer que hoje em dia é um bairro como qualquer outro, violento como qualquer outro, existe muita gente de bem como qualquer outro, a chave de tudo em qualquer lugar é respeitar o próximo, se colocar no seu lugar e andar ligeiro com tudo ao redor.

Um dos motivos de fazer Rap é a diversidade que existe, cada uma tem sua vertente que pode englobar muitos temas, a batida que chama atenção, o flow e a cadência que os Mc’s possuem, a contagiante emoção que os DJs passam.

— O que me faz querer fazer Rap, é a possibilidade de poder me expressar diante de algum fato ou qualquer outra coisa que esteja em meu imaginário, de tanto ouvir, tentei escrever, foi ai que saiu alguma coisa. Me lembro que tinha 16 anos de idade, ouvindo o som ‘Soldado do Morro’ do Mv Bill, minha primeira inspiração pra fazer Rap.

Além do Rap, Tio Phill tem aquela famosa vida normal, que é acordar cedo, mas precisamente as 05:40 de segunda à sexta, pegando condução lotada pra poder trabalhar, após um dia de trabalho, ainda há tempo pra ir pra faculdade, Engenharia Mecânica. A nova geração tem muito mais oportunidades em geral que MV Bill, Dexter, Mano Brown tiveram, e isso é bom.

Perguntamos se ele imagina com um futuro dentro da música, Tio Phill foi realista:

— Meu futuro dentro da música? eu não imagino muito isso, claro que seria um sonho estar dividindo um palco com artistas já renomados na cena do Rap, mas eu não me empolgo muito, por enquanto estou fazendo Rap porque gosto disso, estou divulgando para o pessoal ver meu trampo, se acontecer de eu ficar famoso um dia, será consequência, porém se não acontecer, vida que segue, o bom é que eu não vou me decepcionar com isso.

Tio Phill lançou a música “Por Onde Pisei“, produzida há alguns meses, em um momento de estafa por várias fitas que estavam acontecendo ao seu redor.

— Acredito que muita gente vive o que está na música, criminalidade em alta, muita droga, muita inveja, enfim, muita coisa ruim, o som serve meio que de alerta, mostrando que a vida pode ser muito mais do que isso.

Trecho da Música
Pra mim tanto faz, não vem roubar minha brisa
Vou fumar, baforar, vou entupir a narina
Catar mina até umas horas
Elas sabem que instiga
Demorou vou sair fora, assim vivo a vida

COMPARTILHAR
18 + 7 anos de idade, sofro de locospirose (doença degenerativa e sem cura), amante de rap nacional, formado em administração de empresas, pós graduado em marketing, empresário e vivente.